A Mizuno permanece no seu avanço aos jogadores da seleção brasileira de vôlei. A empresa fechou contrato com o líbero Mário Júnior, do time nacional e do RJ. Antes, a companhia já havia acertado com Wallace, William e Maurício Borges.

O atleta reforça o desejo da Mizuno em ampliar sua participação no vôlei brasileiro. A marca é patrocinadora de seleções fortes, como Estados Unidos e Rússia, mas no país sua atuação ainda é tímida.

Os investimentos no vôlei brasileiro tiveram início há um ano e meio, com contratos de jogadores da seleção brasileira e de algumas revelações. O gerente da Mizuno no Brasil, Rogério Barenco, resumiu a estratégia em comunicado oficial: “O acordo com Mário Júnior faz parte da estratégia de fortalecermos nosso time com o patrocínio a atletas que, além de expoentes do esporte, são exemplos também fora das quadras”. 


Notícia Mizuno