Foto: Divulgação

A Puma é a nova parceira e fornecedora de material esportivo do Milan. Dessa forma, a marca alemã substituirá a compatriota Adidas, que vestiu o clube italiano ao longo dos últimos 20 anos. Os valores e a duração do contrato não foram divulgados.

“A Puma e o AC Milan anunciam uma parceria oficial de longo prazo, que reúne duas das marcas mais apaixonadas, icônicas e ambiciosas da indústria do futebol. A partir de 1º de julho de 2018, a Puma se tornará nosso parceiro oficial, fornecedor técnico global e parceiro oficial de licenciamento”, afirmou o clube rossonero em anúncio oficial.

“Tenho muito prazer em anunciar a nossa parceria com a Puma, a quem estamos vinculados pela estima mútua e pela nossa paixão comum por valores esportivos e futebolísticos. Eles representam uma grande marca internacional, e vamos continuar juntos nas próximas temporadas de futebol em nosso caminho estratégico, buscando conquistar novos e extraordinários gols também fora do gramado”, declarou o CEO do Milan, Marco Fassone.

“Estamos muito orgulhosos de anunciar a parceria com o AC Milan. Eles são um dos clubes mais bem-sucedidos da história do futebol, com um grande número de torcedores em todo o mundo, e o time e sua torcida mostram o verdadeiro espírito do futebol. A camisa rossonera é uma das mais emblemáticas do futebol, por isso estamos ansiosos para o próximo capítulo deste lendário clube, que será ao lado da Puma”, comentou o CEO da Puma, Björn Gulden.

Desde meados de outubro do ano passado, a Máquina do Esporte já havia antecipado que a Puma deveria ser a escolhida para substituir a Adidas no Milan. Isso porque o clube italiano já havia confirmado um movimento para forçar o rompimento do contrato que ia até o final da temporada 2022/2023 com a marca das três listras.

Com o anúncio do Milan, a Puma reforça sua estratégia de crescer no futebol europeu iniciada no ano passado. A marca alemã possui parcerias com equipes como Borussia Dortmund, Borussia Mönchengladbach e Arsenal, e já fechou um contrato com o Olympique de Marselha que entrará em vigor a partir da próxima temporada. Na Itália, a equipe de Milão é a primeira que será abastecida pela marca entre os 20 clubes da elite.

Apesar de não ter divulgado oficialmente os valores e a duração do contrato, a imprensa italiana especula que o acordo renderá entre 10 e 15 milhões de euros ao clube italiano por temporada e que a parceria foi assinada pelas próximas cinco temporadas. 


Notícia Puma Milan Adidas parceria contrato acordo futebol

Número do dia

900 milhões

de euros deve faturar o Barcelona neste ano, um incremento de 40% em relação à temporada passada; meta é de chegar a 1 bilhão em 2021.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Copa do Nordeste é primeiro torneio do continente a ter produtos licenciados
2Desodorante Axe, da Unilever, fecha com rivais Boca Juniors e River Plate
3Patrocínio da Petrobras é destaque em lançamento de novo carro da McLaren
4Centauro patrocina amistoso do Barcelona em Pernambuco
5Osasuna fecha com Hummel e é mais um a substituir Adidas
6Band abre mão de Copa, que só terá Globo na TV aberta
7Alfa Romeo Sauber acerta patrocínio da Claro na F1
8Empresa de bebidas energéticas pode comprar Force India, da F1
9Jogos de Inverno terão maior transmissão da história no Brasil
10Santos faz ação inteligente e usa Dodô errado para anunciar Dodô certo