A Meltex importou uma estratégia usada em times paulistas, o Palmeiras e o Santos, para o Fluminense. A empresa dará desconto a sócios-torcedores que queiram se abrir franquia da loja oficial da equipe. A ação, chamada de “sócio-empreendedor”, mira a ampliação de unidades com venda de produtos oficiais.

Assim como aconteceu com os rivais paulistas, a ação com o Fluminense terá um tempo limitado. Com os cariocas, os descontos para abrir uma nova loja serão válidos até o dia 31 de outubro. O sócio-torcedor precisa estar em dia com as mensalidades para conseguir entrar no programa.

Para abrir uma loja do Fluminense, as taxas variam de R$ 35 mil para um quiosque e R$ 60 mil para uma loja de fato. Os custos já incluem instalação, estoque inicial, capital de giro e consultoria para o franqueado.

“O ‘sócio-empreendedor’ é um vínculo direto entre o Sócio Futebol, do clube e a instituição, projeto firme e sólido que reflete uma via de mão dupla com retorno para todos os envolvidos. Por meio de resultados concretos, já provamos que este tipo de investimento vale a pena”, comentou em nota o gerente de expansão da Meltex, Danilo Verrillo.

Hoje, o Fluminense conta com uma loja conceito montada nas Laranjeiras, sede do clube, em espaço que foi reformado neste ano. Além disso, existem unidades em Brasília e uma recém-inaugurada em    Nova Iguaçu. 


Notícia Meltex Fluminense

Número do dia

25 milhões

de reais é o preço do terreno que o Botafogo irá comprar, na zona oeste do Rio de Janeiro, para construir seu Centro de Treinamento.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Estado Islâmico ameaça Copa do Mundo, e Fifa liga alerta
2Santos se aproxima da Umbro e deve deixar Kappa
3De olho em Kaká, New Balance e Adidas lutam para vestir o São Paulo
4Band se aproxima de acordo para ter Copa do Mundo
5Com menos brasileiros, NBA tenta pico no país
6NBA fecha com Sportv, e terá 4 canais fechados no Brasil
7Parceira de Galvão Bueno, Embrase fatura R$ 350 mi com golfe
8Record faz oferta de R$ 100 mi a Corinthians e Fla
9Em baixa, São Paulo sobe audiência da quarta-feira
10Vitória reitera aposta em nova mascote