Djokovic durante a disputa do Masters 1000 de Roma

O Masters 1000 de Roma renovou o contrato de patrocínio com o BNL (Banca Nazionale del Lavoro).

Com isso, a competição italiana continuará sendo chamada de Internazionali BNL d’Italia.

O contrato entre a companhia e o torneio, que será disputado neste ano no Foro Itálico de Roma, tem duração de seis anos, com possibilidade de prorrogação por mais dois.

A filial da financeira BNP Paribas dá nome à competição desde 2007.

“Não sei exatamente se poderá ser o maior acordo de patrocínio da história do esporte italiano, ainda que para nós se trata da confiança necessária para seguir crescendo a médio prazo”, afirmou Angelo Binaghi, presidente da federação italiana de tênis.

Além da BNL, também são patrocinadores oficiais do torneio Emirates, FedEx e Peugeot, também parceiras comerciais da ATP em nível global. Dunlop, Ricoh, Algida, Powerade, Frecciarossa, Tiscali, Levissima e Australian também são apoiadoras da competição.


Notícia Masters 1000 de Roma BNL Patrocínio Naming Rights

Número do dia

R$ 510 mi

Foi a arrecadação do Flamengo em 2016; cerca de 60% desse valor foi com verba de televisão (R$ 297 milhões)

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Conar suspende campanha de sócios do Flamengo
2Em parceria com Guarulhos, Corinthians anuncia time masculino de vôlei
3Com Djokovic, Lacoste volta a ter presença no tênis
4Athletic Bilbao troca Nike por New Balance
5Dono do Olympiacos compra Nottingham Forest
6Análise: Qual o limite para o marketing no esporte?
7COB acerta contrato com fornecedora de equipamentos de treino
8Clubes apostam em planos populares para atrair sócios
9Inter estreia em casa com campanhas do clube e da Nike
10Superliga Chinesa renova contrato de title sponsor