Djokovic durante a disputa do Masters 1000 de Roma

O Masters 1000 de Roma renovou o contrato de patrocínio com o BNL (Banca Nazionale del Lavoro).

Com isso, a competição italiana continuará sendo chamada de Internazionali BNL d’Italia.

O contrato entre a companhia e o torneio, que será disputado neste ano no Foro Itálico de Roma, tem duração de seis anos, com possibilidade de prorrogação por mais dois.

A filial da financeira BNP Paribas dá nome à competição desde 2007.

“Não sei exatamente se poderá ser o maior acordo de patrocínio da história do esporte italiano, ainda que para nós se trata da confiança necessária para seguir crescendo a médio prazo”, afirmou Angelo Binaghi, presidente da federação italiana de tênis.

Além da BNL, também são patrocinadores oficiais do torneio Emirates, FedEx e Peugeot, também parceiras comerciais da ATP em nível global. Dunlop, Ricoh, Algida, Powerade, Frecciarossa, Tiscali, Levissima e Australian também são apoiadoras da competição.


Notícia Masters 1000 de Roma BNL Patrocínio Naming Rights

Número do dia

R$ 151 mi

Faturou o Palmeiras nos quatro primeiros meses deste ano; valor é R$ 39,5 milhões maior em relação a 2016.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Dono do Manchester City negocia compra time na Espanha
2Flamengo atinge metas e tenta rentabilizar redes
3Com naming right, G League tem aumento de 4 times na próxima temporada
4Globo tem melhor início de Brasileiro em mais de uma década
5Donos põem Fiorentina à venda
6Schalke 04 deixa Adidas e assina com Umbro
7Copa das Confederações perde audiência no fim de semana
8Allianz Parque terá descida de rapel da cobertura ao gramado
9Análise: Rede deve gerar mais entrega do que receita aos clubes
10Coritiba veta estádio, e Atlético sofre com evento