Beckham divulgou relançamento de chuteira usada em 2000 (Foto: Divulgação/Adidas)

A personalização de chuteiras coloridas para grandes jogadores é uma prática que ainda não completou duas décadas no futebol. Com Ronaldo e a Nike, na Copa do Mundo de 1998, e, depois, com a explosão de variedades na Copa de 2002, a moda ficou estabelecida. Agora, as principais marcas têm tentado ressuscitar alguns dos primeiros artigos icônicos.

A Adidas lançou, na última semana, uma edição limitada do modelo Predator Precision, chuteira que tem como principal apelo ter servido de calçado para nomes como David Beckham, Zinedine Zidane e Steven Gerrard, os três já aposentados.

A chuteira é de 2000, mas foi adaptada às tecnologias atuais. Para divulgar o novo produto, a comunicação da Adidas chamou o mais midiático dos três jogadores: o inglês David Beckham.

A principal concorrente da Adidas, a Nike, já havia feito iniciativa semelhante em 2016. A empresa lançou modelo com o desenho da Mercurial usada por Ronaldo em 1998, com divulgação realizada pelo jogador brasileiro. Novamente, houve uma modernização do calçado, inclusive com o uso do cano alto, tecnologia mais recente da marca americana.

E nem sempre são os modelos mais chamativos os escolhidos para reviver o passado. Em julho deste ano, a Puma anunciou a chuteira King Torero, usada por Diego Maradona na Copa do Mundo de 1982. Com edição limitada, o detalhe de maior destaque do calçado é o logotipo dourado no couro preto.

A própria Adidas já exaltou modelos mais tradicionais. A Copa Mundial, relançada no ano passado, também é preta, com as três listras brancas. O maior atrativo? Ter sido usada por Zico, Franz Beckenbauer e Michel Platini.


Notícia Adidas Nike Puma Marketing Produto

Número do dia

9 milhões

de reais é o valor estimado dos aparelhos de ginástica que foram instalados no Parque Olímpico e serão usados por atletas profissionais.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Por reputação mundial, Petrobras retorna à F1 com a McLaren
2Bayern de Munique substitui parceria com Lufthansa por Qatar Airways
3Brasil Open fecha com quatro emissoras
4Análise: Neymar não precisava de acordo com a Globo
5Cruzeiro resgata apelido e faz campanha por Libertadores
6Jogos de Inverno terão maior transmissão da história no Brasil
7Fundo chinês assume controle do grupo multimídia Mediapro
8Santos refaz acordo com Umbro, que vestirá clube até 2020
9Rede de fast-food argentina fecha com AFA para Copa do Mundo
10SporTV e Samsung fazem parceria e terão aplicativo em 4K para Copa 2018