Camarões comemora o título da Copa Africana

As marcas alemãs foram as vencedoras da Copa Africana de Nações, encerrada no último final de semana, no Gabão. A Adidas vestiu Gabão, Argélia, Marrocos e Egito (vice-campeão). Já a Puma foi a fornecedora de Costa do Marfim, que defendia o título, Camarões, campeão do torneio e Gana (quarto colocado). A Tunísia contou com a Uhlsport, outra marca alemã, mais conhecida por fabricar luvas para goleiros.

A italiana Kappa possui contrato com Burkina Faso, que terminou em terceiro lugar. Marcas italianas também foram as parceiras de Togo (Macron) e Uganda (Erreà).

Os demais participantes vestiram equipes de outras partes do mundo, casos de Congo (O’Neills, da Irlanda), Zimbábue (Mafro, de Cingapura), Senegal (Romai, dos Emirados Árabes) e Guiné Bissau (Quelemes, do Senegal, única marca africana na competição).

A grande ausente do torneio foi a Nike, que não vestiu nenhuma seleção. 


Notícia Copa Africana de Nações Material Esportivo Adidas Puma

Número do dia

120 mi

De libras receberá Lewis Hamilton pela renovação com a Mercedes por mais três anos

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1'Limpo', Tite fecha contrato com Cimed
2Nike dá tênis comemorativo a jogadores do Corinthians
3Grêmio repete audiência da final da Copa do Brasil
4Análise: Esporte não pode ter medo de ganhar dinheiro
5Esporte lucra em feriado nos Estados Unidos
6LBF acerta com fornecedor de material AND1
7Meltex leva exposição do Palmeiras ao interior
8Em festa, Paraná deixa torcedor escolher preço de ingresso
9Atlético Mineiro e Topper celebram marca de sócios
10 Globo fecha com Banco Real para F-1