No início de maio, o banco de investimentos XP celebrou uma importante vitória sobre o BTG Pactual. Após uma disputa nos bastidores, conseguiu assinar um acordo com o atacante Neymar para ser o garoto-propagando do Rico, banco de investimentos online da XP. O que seduziu o jogador, além do dinheiro, obviamente, foi o caráter de longo prazo da parceria e a inclusão do Instituto Neymar Jr. dentro dela, com repasse de recursos para a instituição.

A ideia é que Neymar perdure nas campanhas da Rico pelos próximos anos, indo além da Copa do Mundo. O tempo de duração do acordo não foi revelado.

Desde o último domingo, Neymar é o novo rosto do banco, que busca captar o cliente de classe média para investimentos. O filme, que foi ao ar no último domingo, tem Neymar sendo “poupado” no banco de reservas. O locutor brinca com a situação e diz que “ninguém rende sendo poupado no banco”, em clara alusão ao maior investimento feitos em cadernetas de poupança pela população com a crise.

Em pouco mais de três dias, o vídeo da campanha, que foi divulgado por Neymar em suas redes sociais, chegou a mais de 13 milhões de visualizações. A ação é a primeira mais agressiva da Rico no mercado brasileiro. A plataforma foi criada em 2010, mas desde o ano passado começou a buscar o investidor de menor porte.

Desde então, a XP e o BTG duelam para chegar a esse tipo de investidor. O esporte foi uma das plataformas que os dois abraçaram. A XP, por meio da Rico, tem agora em Neymar o seu principal ativo. Já o BTG tem investido cada vez mais na compra de mídia relacionada a grandes eventos esportivos nos principais canais.


Notícia Neymar Patrocinio XP