O fim de semana foi de festa para o Novo Basquete Brasil (NBB), o Campeonato Brasileiro da modalidade organizado pela Liga Nacional de Basquete (LNB). Com o Jogo das Estrelas, a organização recolocou um grande evento do esporte no ginásio do Ibirapuera e lotou a arena no domingo, com mais de 10 mil pessoas presentes.

O Jogo das Estrelas em São Paulo foi o mais assistido da história do evento. Em nove edições da partida festiva, a do último domingo foi a com mais público presente. De certa forma, o sucesso na bilheteria traduz o momento vivido pelo basquete brasileiro, não pela seleção da modalidade, mas pela própria liga nacional.

No sábado, um dia antes do principal evento do Jogo das Estrelas, a organização da liga reuniu executivos de patrocinadores e de potenciais parceiros para um encontro em São Paulo. Na reunião, foram apresentados dados do Ibope Repucom que comprovam o franco crescimento do Basquete e do NBB.

Na pesquisa do instituto com o público da internet, por exemplo, o índice de pessoas que afirmaram ser fãs de basquete chegou a 45%, o número mais alto desde o início da contagem, em 2013. Entre setembro de 2015 e setembro de 2016, data do último levantamento, o número saltou de 34% para os atuais 45%.

O período abrange os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, o que ajuda na contagem. No entanto, segundo o próprio Ibope Repucom, a ausência de êxitos das seleções brasileiras faz com que o impacto do evento seja menor no gosto dos torcedores.

Outro dado que indica o maior contato dos torcedores com o NBB está no pico de audiência do torneio na televisão aberta. Com a Band no lugar da RedeTV, o número dobrou em São Paulo. Na temporada 2015/2016, o ápice alcançou 41,8 mil pessoas, enquanto que, na temporada 2016/2017, esse número chegou a 84,4 mil pessoas.

 Com objetivo de ser percebido cada vez mais como um evento de entretenimento, a LNB apostou em diversas atrações para o público, desde os desafios individuais nas quadras até shows musicais. No intervalo, a banda Jota Quest se apresentou.

Apesar da festa, o velho Ginásio do Ibirapuera voltou a ter problemas para receber um grande evento. Segundo alguns relatos enviados à Máquina do Esporte, houve excesso de filas nas entradas, mesmo após o início do evento, e algumas estruturas bastante simples para lojas e alimentação.


Notícia Jogo das Estrelas NBB

Número do dia

R$ 151 mi

Faturou o Palmeiras nos quatro primeiros meses deste ano; valor é R$ 39,5 milhões maior em relação a 2016.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Dono do Manchester City negocia compra time na Espanha
2Flamengo atinge metas e tenta rentabilizar redes
3Com naming right, G League tem aumento de 4 times na próxima temporada
4Globo tem melhor início de Brasileiro em mais de uma década
5Donos põem Fiorentina à venda
6Schalke 04 deixa Adidas e assina com Umbro
7Copa das Confederações perde audiência no fim de semana
8Allianz Parque terá descida de rapel da cobertura ao gramado
9Análise: Rede deve gerar mais entrega do que receita aos clubes
10Coritiba veta estádio, e Atlético sofre com evento