O fim de semana foi de festa para o Novo Basquete Brasil (NBB), o Campeonato Brasileiro da modalidade organizado pela Liga Nacional de Basquete (LNB). Com o Jogo das Estrelas, a organização recolocou um grande evento do esporte no ginásio do Ibirapuera e lotou a arena no domingo, com mais de 10 mil pessoas presentes.

O Jogo das Estrelas em São Paulo foi o mais assistido da história do evento. Em nove edições da partida festiva, a do último domingo foi a com mais público presente. De certa forma, o sucesso na bilheteria traduz o momento vivido pelo basquete brasileiro, não pela seleção da modalidade, mas pela própria liga nacional.

No sábado, um dia antes do principal evento do Jogo das Estrelas, a organização da liga reuniu executivos de patrocinadores e de potenciais parceiros para um encontro em São Paulo. Na reunião, foram apresentados dados do Ibope Repucom que comprovam o franco crescimento do Basquete e do NBB.

Na pesquisa do instituto com o público da internet, por exemplo, o índice de pessoas que afirmaram ser fãs de basquete chegou a 45%, o número mais alto desde o início da contagem, em 2013. Entre setembro de 2015 e setembro de 2016, data do último levantamento, o número saltou de 34% para os atuais 45%.

O período abrange os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, o que ajuda na contagem. No entanto, segundo o próprio Ibope Repucom, a ausência de êxitos das seleções brasileiras faz com que o impacto do evento seja menor no gosto dos torcedores.

Outro dado que indica o maior contato dos torcedores com o NBB está no pico de audiência do torneio na televisão aberta. Com a Band no lugar da RedeTV, o número dobrou em São Paulo. Na temporada 2015/2016, o ápice alcançou 41,8 mil pessoas, enquanto que, na temporada 2016/2017, esse número chegou a 84,4 mil pessoas.

 Com objetivo de ser percebido cada vez mais como um evento de entretenimento, a LNB apostou em diversas atrações para o público, desde os desafios individuais nas quadras até shows musicais. No intervalo, a banda Jota Quest se apresentou.

Apesar da festa, o velho Ginásio do Ibirapuera voltou a ter problemas para receber um grande evento. Segundo alguns relatos enviados à Máquina do Esporte, houve excesso de filas nas entradas, mesmo após o início do evento, e algumas estruturas bastante simples para lojas e alimentação.


Notícia Jogo das Estrelas NBB

Número do dia

R$ 151 mi

Faturou o Palmeiras nos quatro primeiros meses deste ano; valor é R$ 39,5 milhões maior em relação a 2016.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Palmeiras gera nova alta na audiência da Globo
2Grêmio fecha com rede de lojas parceira da Apple
3Nike apresenta uniformes para nova temporada da NBA
4Juventus oficializa patrocínio na barra da camisa
5Flamengo faz série de ações para sócios em nova arena
6Fluminense inaugura 3ª loja oficial em Nova Iguaçu
7Com público e mídia, Brasileirão feminino ganha força
8Magnus amplia investimentos no esporte e aposta em jovens do Santos
9Análise: O que falta para o futebol feminino deslanchar?
10Harlem Globetrotters farão turnê no Brasil