Quanto um torcedor pagaria por um relógio do seu time de coração? Nesta terça-feira, o Flamengo apostou no segmento de luxo para lançar um modelo com a sua marca. Em uma parceria com a Hublot, o time anunciou o assessório para um público restrito, disposto a pagar R$ 42 mil pelo produto.

A Hublot é uma marca de relógios de luxo que já possui um histórico de patrocínio no esporte. Parceira da Euro 2008 e das duas próximas Copa do Mundo, além de acordos com as seleções espanhola e mexicana, a empresa firma com o Flamengo o seu segundo contrato entre clubes. Antes, apenas Manchester United a tinha como patrocinadora oficial.

Para o clube brasileiro, a marca pagou US$ 460 mil, e fará a produção de dois lotes com 250 unidades do relógio. O preço, de R$ 42 mil, equivale a um carro médio no Brasil. A presidente do clube, em entrevista coletiva, admitiu que o preço é alto, mas ressaltou que “a nossa torcida está em todas as classes”, além de colocar o Flamengo em um “estágio internacional” com o acordo.

Entre os relógios de luxo, o público do futebol ganhou recentemente mais uma opção. A Confederação Brasileira de Futebol anunciou na última semana o seu mais novo patrocinador, a Parmigiani.

No caso da marca suíça, a empresa fechou o contrato com o intuito de dobrar a sua atuação no país. Com a marca da seleção brasileira, lançará relógios com o preço mínimo de US$ 5 mil, com um intermediário que chega a US$ 70 mil. O modelo mais caro nem teve o seu preço anunciado.   


Notícia Patrocínio Flamengo