Foto: Reprodução / Twitter (@FCBarcelona)

O Hebei Fortune pode ter colocado em prática uma estratégia das mais elaboradas para contar com o argentino Lionel Messi. O clube chinês quer usar o atacante Lavezzi e o zagueiro/volante Mascherano, amigos pessoais de Messi, como trunfos para seduzir o camisa 10 do Barcelona em um futuro próximo. As informações são do jornal espanhol Mundo Deportivo.

De acordo com a publicação, o Hebei Fortune chegou a fazer uma proposta de 100 milhões de euros pelo craque na penúltima janela de transferências. Messi, no entanto, recusou a oferta e, em novembro, renovou seu contrato com o Barcelona até 2021, com uma multa rescisória de 700 milhões de euros.

Após a recusa, o time chinês decidiu, então, apostar em outra estratégia. Em janeiro, contratou Mascherano, amigo e companheiro de Messi por oito anos no Barcelona, e que tem mais de uma década de convivência com La Pulga na seleção argentina. A ideia é usar o próprio Mascherano e também Lavezzi, que já faz parte do plantel do clube desde 2016, para ter Messi após o término do contrato com o Barcelona.

Segundo o Mundo Deportivo, a intenção seria que o jogador, eleito cinco vezes como melhor do mundo, encerrasse a carreira no futebol chinês. Ainda de acordo com a publicação, a intenção é mexer com a parte emocional de Messi, justamente porque “dinheiro não é problema”. Dessa forma, Lavezzi e Mascherano devem aparecer cada vez mais em ações de marketing do clube. Tudo para “cutucar” Messi.

Além dos argentinos, o Hebei Fortune possui em seu elenco o brasileiro Hernanes, que voltou ao clube após um semestre defendendo o São Paulo no Campeonato Brasileiro. Aloísio “Boi Bandido”, também ex-São Paulo e que fazia parte do plantel do clube, foi vendido em janeiro para o Meizhou Meixian Techand, da segunda divisão do país.


Notícia Messi Lavezzi Mascherano Hebei Fortune futebol chinês Barcelona