Foto: Reprodução

Desde que Mike Ashley decidiu colocar o Newcastle à venda, não param de pipocar ofertas de compra do clube inglês. A mais recente é a que parece ter maiores chances de conseguir o objetivo até agora. A investidora Amanda Staveley, proprietária do fundo de investimentos PCP Capital Partners, ofereceu 335 milhões de euros e, inclusive, já assinou um acordo de intenção de compra.

“Desde segunda-feira (16), surgiram uma série de potenciais compradores que acreditamos serem credíveis", lembrou, no entanto, Andrew Henderson, advogado de Mike Ashley.

De acordo com a imprensa britânica, a ideia inicial de Ashley, um dos homens mais ricos do mundo e dono também do grupo de mídia Sports Direct, era conseguir uma oferta de cerca de 400 milhões de libras (446 milhões de euros). Porém, a pretensão parece estar bem longe do que os possíveis compradores estão dispostos a desembolsar, ao menos por enquanto. A intenção é concluir a venda até o Natal.

O proprietário anunciou no início da semana que quer vender 100% do clube inglês, que disputa a Premier League e encontra-se na nona colocação na tabela de classificação após oito rodadas. Segundo a mídia britânica, paralelamente às ofertas tornadas públicas, há negociações sendo realizadas desde antes do anúncio da venda ter vindo à tona no início da semana.

De acordo com Mike Ashley, a decisão de colocar o clube à venda foi pensando na "melhor oportunidade de assegurar o posicionamento e o investimento necessário" para o clube chegar mais longe.


Notícia Newcastle Premier League venda Mike Ashley Amanda Staveley PCP Capital Partners