Nico Rosberg (à dir.) festeja o título da F-1 em 2016

Nova gestora da Fórmula 1, a Liberty Media anunciou a renegociação da dívida da categoria hoje avaliada em US$ 3,145 bilhões (R$ 9,8 bilhões).

Para isso, a empresa quer aproveitar os ganhos gerados nos últimos meses para cancelar empréstimos de curto prazo no valor de U$ 300 milhões (R$ 935 milhões).

Para reorganizar a categoria, que perdeu visibilidade e público nos últimos anos, a Liberty Media apostou em uma equipe de executivos experientes no setor de comunicação. A ideia é dar especial atenção aos meios digitais e realizar mudanças técnicas nas corridas para torna-las mais atraentes para os torcedores.

“Queremos promover 21 Super Bowls”, afirmou Chase Carey, novo presidente da F-1, que atuou por anos como diretor de operações da News Corporation.

A intenção da nova gestora é aumentar a visibilidade dos GPs nas redes sociais todas as vezes em que o evento não estiver na TV aberta.

“Há uma grande oportunidade de repensar produtos digitais da F-1 e para envolver os torcedores com novidades e na maneira de ativar os patrocinadores”, afirmou Sean Bratches, contratado da ESPN para dirigir a parte comercial do campeonato.

O grande desafio da Liberty Media é gerar renda após investir US$ 3,005 bilhões (R$ 9,37 bilhões) para adquirir o controle acionário da FOM (Formula One Management).


Notícia Liberty Media Fórmula 1 Gestão Dívida

Número do dia

206 milhões

De reais é a renda bruta de bilheteria da Arena Corinthians desde a sua inauguração, antes da Copa de 2014.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Com Corinthians, Spotify esquenta briga entre aplicativos
2Dez empresas disputarão licitação para gerir comercializações da Conmebol
3Patrocinadora, Evonik compra parte de Borussia Dortmund por R$ 80 milhões
4 CBF confirma criação da Série D
5Vereador apresenta projeto de lei para São Paulo não perder CT em 2022
6Unicred faz 1ª campanha publicitária com Cesar Cielo
7Mayweather cobrará 25 milhões de dólares por uso de espaço em suas roupas
8Tom Brady esconde logotipo da Nike e reativa batalha de marcas na NFL
9Com investidores, Michael Jordan e Derek Jeter compram Miami Marlins
10Análise: Conhecer o cliente é a próxima tarefa dos clubes no Brasil