Alex em jogo do Rayo Vallecano, o time mais "pobre" da liga espanhola

A folha salarial das equipes que disputam a primeira divisão da Espanha escancara a diferença entre os clubes ricos (Barcelona e Real Madrid) e os pequenos (as 18 demais equipes). Os dados da temporada passada foram divulgados pela direção da Liga de Futebol Profissional, que dirige o torneio.

Para efeito estatístico, a LFP nem inclui Barça e Real no cálculo porque ambos fogem muito ao padrão de gastos dos clubes que disputam o torneio. Sem eles, a despesa média é de € 28,02 milhões por ano. Cada atleta recebeu, em média, € 1,1 milhão pela temporada inteira ou € 91,7 mil por mês.

Quem integrou o elenco dos dois grandes da Espanha, teve ganho significativamente superior: € 9 milhões por temporada ou € 750 mil mensais. Ou seja, um jogador dos clubes menores recebe, na média, apenas 12,2% do que ganha um atleta de Barcelona ou Real Madrid. A folha salarial nesses clubes chega a € 200 milhões.

Algumas léguas atrás dos dois grandes está o Atlético de Madrid, com média salarial de € 4,1 milhões, o que totaliza gastos de € 100 milhões com salários anualmente. Apenas sete clubes pagaram mais de € 1 milhão, em média, para cada jogador por temporada.

Sevilla e Valencia têm média de gastos de mais de € 2 milhões por atleta. Getafe, Athletic Bilbao, Real Sociedad e Villarreal superam € 1 milhão anuais para cada integrante do elenco profissional. O primo pobre da liga espanhola é o Rayo Vallecano, que gastou € 370 mil por jogador durante a temporada.

O abismo de salários também ocorre em relação à Série B espanhola. No torneio, o gasto médio com o elenco durante toda a temporada foi de € 4,01 milhões ou € 170 mil por atleta. Apenas cinco clubes desembolsaram valores maiores do que essa média: Zaragoza (€ 400 mil), Córdoba, Deportivo La Coruña, Sporting Gijón e Mallorca (€ 300 mil). 


Notícia Real Madrid Liga de Futebol Profissional Espanha Folha Salarial Barcelona Real Madrid

Número do dia

25 milhões

de reais é o preço do terreno que o Botafogo irá comprar, na zona oeste do Rio de Janeiro, para construir seu Centro de Treinamento.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Estado Islâmico ameaça Copa do Mundo, e Fifa liga alerta
2Santos se aproxima da Umbro e deve deixar Kappa
3De olho em Kaká, New Balance e Adidas lutam para vestir o São Paulo
4Band se aproxima de acordo para ter Copa do Mundo
5Com menos brasileiros, NBA tenta pico no país
6NBA fecha com Sportv, e terá 4 canais fechados no Brasil
7Parceira de Galvão Bueno, Embrase fatura R$ 350 mi com golfe
8Record faz oferta de R$ 100 mi a Corinthians e Fla
9Em baixa, São Paulo sobe audiência da quarta-feira
10Vitória reitera aposta em nova mascote