A nova camisa negra do Figueirense

O Figueirense fez uma ação diferente para apresentar o uniforme 3 da equipe para esta temporada. Junto com a Adidas, o clube catarinense ressaltou a luta contra a discriminação racial para exibir a nova camisa, na cor preta.

O time jogou o primeiro tempo do jogo contra o Joinville, no estádio Orlando Scarpelli, pelo Campeonato Catarinense, com a camisa 2 branca. Para a segunda etapa, o clube retornou ao campo com o uniforme 3, na cor preta.

A nova vestimenta foi apresentada após a exibição de um vídeo no estádio no qual os atletas Bruno Alves e Henrique Trevisan e os ex-jogadores Genilson e Abimael mostram a camisa e chamam a atenção para o Dia Internacional pela Eliminação da Discriminação Racial, que acontece em 21 de março.

“O novo manto do Figueirense representa uma luta pela igualdade. Não há espaço para o preconceito racial no esporte. Estamos felizes em conseguir aliar uma bela camisa com uma causa tão importante que é essa contra a discriminação racial. Esse novo uniforme certamente vai dar muito orgulho aos torcedores Alvinegros”, afirma Wilfredo Brillinger, presidente do Figueirense.

O jogo teve promoção para os torcedores. Quem foi com camisa preta ou branca adquiriu entrada por R$ 10. Apesar da ação para animar a torcida, o Figueirense não correspondeu dentro de campo e perdeu a partida por 2 a 0.

 “A adidas sempre lutou e sempre lutará contra qualquer tipo preconceito. Está luta está no nosso DNA, desde quando nosso fundador Adi Dassler forneceu as sapatilhas de corrida do americano negro Jesse Owens em plena Alemanha nazista nos Jogos de Berlim, em 1936. Atualmente temos orgulho em apoiar grandes atletas negros como Paul Pogba, James Harden, Gabriel Jesus, Tori Bowie, Yohan Blake, além de celebridades como Kanye West, Pharrel Williams e Snoop Dog”, afirmou André Xavier, gerente de produto da Adidas.

“Portanto, quando a diretoria do Figueirense propôs lutar contra o preconceito, aceitamos com muito orgulho fazer parte da campanha, fornecendo um material de altíssima qualidade para uma causa tão importante”, acrescentou.

O novo uniforme está disponível nas lojas físicas e online da Adidas, além das lojas oficiais do Figueirense. A camisa custa R$ 249,99 (adulto) e R$ 229,99 (infantil). 


Notícia Figueirense Racismo Ação Adidas

Número do dia

R$ 151 mi

Faturou o Palmeiras nos quatro primeiros meses deste ano; valor é R$ 39,5 milhões maior em relação a 2016.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Palmeiras gera nova alta na audiência da Globo
2Grêmio fecha com rede de lojas parceira da Apple
3Nike apresenta uniformes para nova temporada da NBA
4Juventus oficializa patrocínio na barra da camisa
5Flamengo faz série de ações para sócios em nova arena
6Fluminense inaugura 3ª loja oficial em Nova Iguaçu
7Com público e mídia, Brasileirão feminino ganha força
8Magnus amplia investimentos no esporte e aposta em jovens do Santos
9Análise: O que falta para o futebol feminino deslanchar?
10Harlem Globetrotters farão turnê no Brasil