Gianni Infantino, presidente da Fifa (à dir.)

Depois de aprovar a participação de 48 seleções na Copa do Mundo, a Fifa prepara mais uma novidade em sua principal competição: a possibilidade de se jogar em vários países.

“Está perfeitamente em acordo com nossas políticas de sustentabilidade e legado que dois, três ou quatro países se unam e possam apresentar conjuntamente um projeto com três, quatro ou cinco estádios cada um. Esses países devem ser próximos, para facilitar os deslocamentos”, afirmou Gianni Infantino, presidente da Fifa.

A frase do dirigente favorece diretamente México, Estados Unidos e Canadá, que devem apresentar candidatura conjunta. Cada país teria que apresentar cinco estádios em condições de abrigar os jogos, reduzindo custos para cada nação.

Outras candidaturas possíveis seriam da Austrália (que poderia dividir sede com a Nova Zelândia) e a China. Em maio de 2020, a Fifa irá definir, em seu congresso, quem irá organizar o Mundial de 2026. 


Notícia Fifa Copa do Mundo Gestão Formato