Até o final do mês, a Netshoes deve iniciar a venda do primeiro lote de suplementos alimentares da Everlast, empresa famosa no ramo de material esportivo, principalmente no segmento de lutas.

A aposta é num mercado que cresce 30% ao ano desde 2009 e que já é o segundo maior do mundo. O supernicho de atletas amadores que buscam ter alimentação balanceada e uma boa suplementação é o alvo do investimento, como explica Tullio Formicola Filho, um dos três sócios da marca no Brasil.

"Há uma gama cada vez maior de pessoas que procuram não só ter uma boa alimentação, mas ter a suplementação correta para melhorar a performance esportiva e, com isso, ter mais qualidade de vida", diz o executivo, que foi diretor geral da Reebok no Brasil e diretor da Vulcabras|Azaleia.

A ideia de trazer a marca Everlast Nutrition para o Brasil surgiu após Formicola passar a ter de buscar a suplementação para reforçar sua alimentação após os treinos.

"Existe muita falta de informação sobre o que é suplementação. É um trabalho de conscientização das pessoas de que o suplemento é importante para a saúde, e não para o atleta ficar musculoso", diz.

Por isso, a estratégia de lançamento da marca tenta aproximar o universo da Whey Proteína das pessoas consideradas "comuns".

A venda exclusiva da Netshoes até o final do ano será acompanhada de uma espécie de "reality show" por meio das redes sociais. Dois times de atletas (cinco mulheres e cino homens) terão uma série de treinos com o consultor Marcelo Bueno e ainda o acompanhamento da nutricionista Patricia Cavalcanti, do Espaço Volpi.

"A ideia é mostrar a diferença que faz a suplementação para a sua aparência física", completa Formicola.


Notícia Marketing Everlast

Número do dia

9 milhões

de reais é o valor estimado dos aparelhos de ginástica que foram instalados no Parque Olímpico e serão usados por atletas profissionais.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Entre abertas e pagas, Brasil Open fecha com quatro emissoras
2Bayern de Munique substitui parceria com Lufthansa por Qatar Airways
3Por reputação mundial, Petrobras retorna à F1 com a McLaren
4Sem Rio Open, Asics recorre a emboscada no evento
5Novo contrato entre Ferrari e Philip Morris quer “um mundo livre do fumo”
6Corinthians amplia contrato com a Nike até 2029
7Rede de fast-food argentina fecha com AFA para Copa do Mundo
8Análise: Neymar não precisava de acordo com a Globo
9Jogos de Inverno terão maior transmissão da história no Brasil
10Cruzeiro resgata apelido e faz campanha por Libertadores