Marcelo Melo (em pé, à esq.) festeja título do IPTL

A ESPN renovou contrato de transmissão do IPTL (International Premier Tennis League) para a próxima edição. A competição, que neste ano acontece de 2 a 18 de dezembro, é exibida desde 2014 no canal fechado.

Além do IPTL, a ESPN detém os direitos de torneios como o Aberto da Austrália, Wimbledon e o Aberto dos Estados Unidos.

O torneio reúne os maiores nomes do circuito internacional masculino e feminino em um formato diferente, com sedes no Japão, Cingapura, Filipinas, Emirados Árabes e Índia. Para esta edição estão confirmados Roger Federer, Novak Djokovic, Rafael Nadal, Andy Murray, Marat Safin e Marcelo Melo.

O brasileiro irá defender seu título após ter sido campeão em 2015 na equipe do Singapore Slammers ao lado do suíço Stanislas Wawrinka e do croata Ivan Dodig, entre outros. No feminino, os destaques são Serena Williams, Maria Sharapova e Ana Ivanovic.

Com uma dinâmica interativa e diferente dos torneios de tênis realizados pela WTA ou ATP, o IPTL reúne cinco equipes representantes de cada país sede do torneio. Os tenistas jogam entre si em todas as etapas, porém com algumas regras distintas dos demais torneios.

Uma das curiosidades está no tie-break especial de quatro minutos em que os tenistas que não realizarem o saque em 20 segundos perdem o ponto. Caso o empate persista até o fim desse período, o vencedor do ponto seguinte leva o set.

Em cada set os treinadores podem pedir um tempo de 1 minuto e ainda existe o “Power Point”, solicitado uma vez por set pelo jogador que está na devolução e busca a oportunidade de pontuação dobrada no próximo lance.

Os sets são variados entre duelos simples, duplas, duplas mistas e veteranos. A equipe com maior pontuação, ao fim das cinco etapas, é a campeã.

O torneio será exibido pela ESPN e ESPN+, além de transmissão simultânea pelo WatchESPN, plataforma de vídeos ao vivo e sob demanda disponível para iOS, Android e também pelo site ESPN.com.br/watch. 


Notícia IPTL ESPN Direitos de TV