Teddy Riner (judô) posa com símbolo de Paris 2024

A candidatura de Paris a sede dos Jogos Olímpicos de 2024 ganhou o patrocínio de mais uma empresa.

A Engie se junta a um rol que já conta com marcas como Orange, Vivendi, AccordHotels, Maif, BNP Paribas, La Poste, Caisse des Depots, Elior Group JCdecaux, RAT e Française des Jeux.

A entrada da empresa de energia faz crescer a expectativa de que a capital francesa assegure a sede para 2024, deixando a Los Angeles o direito de abrigar o evento em 2028.

A ideia do COI (Comitê Olímpico Internacional) é premiar as duas candidaturas e, de quebra, evitar mais uma desgastante eleição. A atual disputa já viu a desistência sucessiva de Boston, Hamburgo, Roma e Budapeste, todas alegando altos custos.

 Caso assegure o evento em 2024, Paris divulgou investimento de € 3 bilhões em infraestrutura e € 3 bilhões em custos operacionais. 


Notícia Paris 2024 Olimpíada Patrocínio Engie

Número do dia

20 milhões

de dólares custou o novo estádio para 45 mil pessoas do Cerro Porteño, do Paraguai, que foi inaugurado no último fim de semana.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Esporte se levanta contra repercussão de Sportflix
2 Análise: Copa é maior desafio das TVs após bolha
3Grêmio fecha patrocínio com rede hoteleira
4Análise: Esporte deveria se manter longe do jogo político
5Fox Sports oficializa transmissão da Copa do Mundo da Rússia
6Fórmula 1 cria campeonato e entra no mundo dos e-Sports
7Oakley patrocina principal prova de ciclismo da América Latina em SP
8Esporte Interativo transmitirá Copa do Mundo de Ginástica até 2020
9Nike ativa atletas com lançamento de quadra em São Paulo
10NFL fecha parceria para transmissão via plataformas digitais na China