Teddy Riner (judô) posa com símbolo de Paris 2024

A candidatura de Paris a sede dos Jogos Olímpicos de 2024 ganhou o patrocínio de mais uma empresa.

A Engie se junta a um rol que já conta com marcas como Orange, Vivendi, AccordHotels, Maif, BNP Paribas, La Poste, Caisse des Depots, Elior Group JCdecaux, RAT e Française des Jeux.

A entrada da empresa de energia faz crescer a expectativa de que a capital francesa assegure a sede para 2024, deixando a Los Angeles o direito de abrigar o evento em 2028.

A ideia do COI (Comitê Olímpico Internacional) é premiar as duas candidaturas e, de quebra, evitar mais uma desgastante eleição. A atual disputa já viu a desistência sucessiva de Boston, Hamburgo, Roma e Budapeste, todas alegando altos custos.

 Caso assegure o evento em 2024, Paris divulgou investimento de € 3 bilhões em infraestrutura e € 3 bilhões em custos operacionais. 


Notícia Paris 2024 Olimpíada Patrocínio Engie

Número do dia

R$ 151 mi

Faturou o Palmeiras nos quatro primeiros meses deste ano; valor é R$ 39,5 milhões maior em relação a 2016.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Flamengo atinge metas e tenta rentabilizar redes
2Dono do Manchester City negocia compra time na Espanha
3Schalke 04 deixa Adidas e assina com Umbro
4Com naming right, G League tem aumento de 4 times na próxima temporada
5Donos põem Fiorentina à venda
6Globo tem melhor início de Brasileiro em mais de uma década
7Por governança, entidades formalizam rating do esporte
8Copa das Confederações perde audiência no fim de semana
9Fox Sports deixa grade de canais oferecidos por Sky
10CBV detalha projeto de adaptação de Arena da Baixada para Liga Mundial