Michael Schumacher esquia em evento na época da Ferrari

Há dois anos e meio em coma induzido, Michael Schumacher perdeu mais um patrocinador. O heptacampeão da Fórmula 1 teve rescindido o contrato com a Erlinyou, empresa de navegadores de GPS com a qual havia iniciado relação em setembro de 2012.

Schumacher vive em estado vegetativo desde o acidente que sofrer enquanto esquiava nos Alpes suíços, em dezembro de 2013. Desde então, o alemão tem perdido vários acordos comerciais de empresas agora impedidas de utilizar sua imagem.

Anteriormente, já haviam saído da lista de patrocinadores do ex-piloto Jet Set (aviões) e Navyboot (calçados). Cada uma desembolsava € 5 milhões por ano para unir sua imagem à de Schumacher.

Já a Audemars Piguet (relógios) e Rosbacher (água mineral) havia entrado em acordo com o staff de Schumacher, reduzindo o aporte anual de pagamentos. Ambas, porém, continuaram parceiras o alemão.

Além delas, continuam apoiando o ex-piloto Deutsche Vermögensberatung (banco), Mercedes-Benz (carros), Schuberth (capacetes) e Hormann (portas automáticas). Ele também segue com vínculo com as equipes de F-1 Ferrari e Mercedes-Petronas e a três empresas familiares: Mick Schumacher, Michael Schumacher Kart & Event Center e o CS Ranch, de sua mulher, Corina, que se dedica a rodeios e adestramento de cavalos na Suíça e nos Estados Unidos.

Apesar das saídas, a saúde financeira do atleta continua bem mais pujante do que sua recuperação física. Segundo a revista Forbes e a imprensa alemã, Schumacher teria faturado € 1 bilhão em mais de duas décadas de carreira nas pistas. Na época áurea na Ferrari, ele arrecadava cerca de € 80 milhões por temporada, sendo € 36 milhões apenas em salários. Na última temporada na Fórmula 1, em 2012, com a Mercedes, o alemão recebia € 8 milhões de salário por ano.


Notícia Michael Schumacher Saúde Patrocínio

Número do dia

9 milhões

de reais é o valor estimado dos aparelhos de ginástica que foram instalados no Parque Olímpico e serão usados por atletas profissionais.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Entre abertas e pagas, Brasil Open fecha com quatro emissoras
2Bayern de Munique substitui parceria com Lufthansa por Qatar Airways
3Por reputação mundial, Petrobras retorna à F1 com a McLaren
4Sem Rio Open, Asics recorre a emboscada no evento
5Novo contrato entre Ferrari e Philip Morris quer “um mundo livre do fumo”
6Corinthians amplia contrato com a Nike até 2029
7Rede de fast-food argentina fecha com AFA para Copa do Mundo
8Análise: Neymar não precisava de acordo com a Globo
9Jogos de Inverno terão maior transmissão da história no Brasil
10Cruzeiro resgata apelido e faz campanha por Libertadores