Foto: Divulgação

A Conmebol divulgou nesta sexta-feira (18) os nomes das dez empresas que participarão de uma licitação para ser a agência que prestará serviços de consultoria para comercialização, venda e pós-venda dos ativos comerciais dos torneios de clubes vinculados à entidade, entre 2019 e 2022. O processo havia sido aberto em 21 de julho.

As dez empresas são: Perform Media Channel; MediaProduccion SL; Synergy Football; Transworld; Sport Promotion S/S Ltda.; Golden Goal Sports Ventures Gestão Esportiva Ltda.; Lagardère Sports Media Limited.; MP & Silva LLC.; B4 Advisory; e MVA.

“Esta licitação marca outro grande passo no novo rumo da Conmebol. Ficamos satisfeitos que dez empresas de nível mundial se apresentaram para competir no processo de licitação para escolher uma agência especializada que gestione a comercialização dos direitos dos nossos torneios de clubes. Confiamos que este processo de seleção profissional competitivo, e a eventual licitação dos direitos da Confederação, nos permitirão otimizar os ingressos do futebol sul-americano segundo o nosso compromisso de gerar e reinvestir maior valor no desenvolvimento integral do futebol em todo o continente”, afirmou Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol, ao site oficial da entidade. 

Uma das postulantes, a Synergy Football, foi citada pela Máquina do Esporte na semana passada, quando fechou com a CBF. A empresa, com sede na Suíça, passará a comercializar os jogos da seleção brasileira a partir de novembro deste ano até a Copa do Mundo de 2022.

Com a medida, a CBF terceirizou a venda de direitos de televisão de todos os amistosos e também das partidas das Eliminatórias da Copa do Mundo, quando o time brasileiro for o mandante. Dessa forma, acabou com a experiência realizada neste ano, quando vendeu os direitos de transmissão dos amistosos contra Argentina e Austrália por conta própria.


Notícia Conmebol Synergy comercialização direitos

Número do dia

9 milhões

de reais é o valor estimado dos aparelhos de ginástica que foram instalados no Parque Olímpico e serão usados por atletas profissionais.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Por reputação mundial, Petrobras retorna à F1 com a McLaren
2Bayern de Munique substitui parceria com Lufthansa por Qatar Airways
3Brasil Open fecha com quatro emissoras
4Análise: Neymar não precisava de acordo com a Globo
5Cruzeiro resgata apelido e faz campanha por Libertadores
6Jogos de Inverno terão maior transmissão da história no Brasil
7Fundo chinês assume controle do grupo multimídia Mediapro
8Santos refaz acordo com Umbro, que vestirá clube até 2020
9Rede de fast-food argentina fecha com AFA para Copa do Mundo
10SporTV e Samsung fazem parceria e terão aplicativo em 4K para Copa 2018