O Tottenham teve uma temporada passada para ser comemorada em termos financeiros. O clube anunciou nesta terça-feira (3) que fechou 2016/2017 com uma renda bruta de 348 milhões de euros, 46% a mais do que na temporada anterior. De acordo com o clube londrino, o lucro líquido na temporada passada ficou em 46,8 milhões de euros, 24,8% a mais do que em 2015/2016.

Foto: Reprodução / Twitter (@SpursOfficial)

O próprio Tottenham admite que esses números só foram possíveis graças ao retorno dos Spurs às competições europeias. O time disputou a edição 2016/2017 da Liga dos Campeões, caindo na fase de grupos, e ainda jogou uma rodada da Liga Europa, sendo também precocemente eliminado.

Apesar da participação de pouco sucesso dentro de campo, o clube conseguiu crescer financeiramente do lado de fora, o que foi essencial em um ano em que os gastos superaram e muito a média. Isso porque o clube tem tido gastos excessivos, decorrentes da construção do novo estádio.

Para se ter uma ideia, as despesas acumuladas com o estádio que está sendo construído em cima do antigo White Hart Lane saltaram de 131 milhões de euros para 358 milhões de euros na última temporada.

Além da participação nas ligas europeias, vale ressaltar que o Tottenham ainda contou com receitas vindas dos direitos de televisão (58% a mais que na temporada anterior), vendas de jogadores (47,4% a mais que em 2015/2016) e patrocínios (12,1% acima do que havia ganhado um ano antes) para fechar com números tão interessantes para os cofres do clube.

Para a atual temporada, o clube espera fechar com valores ainda melhores, principalmente por ter alcançado as oitavas de final da Liga dos Campeões e por estar em vias de entregar o novo estádio, que deve ficar pronto em setembro.


Notícia Tottenham faturamento lucro novo estádio temporada 2016/2017