Foto: Wagner Giannella

A Oi apresentou nesta segunda-feira (22), no prédio que abriga o instituto de responsabilidade social Oi Futuro, no Flamengo, zona sul do Rio de Janeiro, seus projetos no esporte para 2018. Além de renovar o patrocínio aos melhores surfistas do país, a marca ainda adicionou ao seu portfólio dois dos melhores skatistas nacionais. Ou seja, é um olho agora e outro daqui dois anos e meio, quando o surfe e o skate farão suas estreias nos Jogos Olímpicos.

Entre os surfistas, tiveram seus contratos renovados os dois campeões mundiais, Gabriel Medina (2014) e Adriano de Souza (2015), além de Ítalo Ferreira, Filipe Toledo e Silvana Lima. No skate, a Oi anunciou parcerias com o hexacampeão mundial Pedro Barros e a sete vezes medalhista dos X-Games Letícia Bufoni.

“A Oi tem o esporte no DNA. Apoiamos especialmente aqueles que envolvem todo mundo, que a sociedade está presente, envolvida, e que tenham a capacidade de transmitir transformação social, pois o esporte é educação, disciplina e crescimento”, disse Eurico Telles, presidente da Oi, na abertura da coletiva de imprensa.

A Oi toma decisões no presente, mas de olho no futuro. Um futuro que passa cada vez mais pelo mundo digital. Patrocinadora de Medina e Mineirinho nos títulos mundiais de ambos, a marca garantiu uma visibilidade estrondosa com o crescimento do surfe no país após as duas conquistas.

“O surfe é um esporte que não para de crescer no gosto do público brasileiro. O engajamento nas etapas da WSL (World Surf League) só perde para NBA e NFL em todo o mundo. E, nesse engajamento, é o brasileiro que se destaca”, afirmou Bruno Cremona, gerente de patrocínios e eventos da Oi.

Foto: Wagner Giannella

Agora, com o surfe consolidado, a ideia é fazer o mesmo com o skate, investindo, inclusive, na base. A Oi patrocina uma série de eventos do esporte há vários anos, mas enxerga na parceria com Pedro Barros e Letícia Bufoni a oportunidade de aliar o skate a dois influenciadores digitais que servirão como embaixadores da marca e do esporte.

“Considero o skate um estilo de vida e um dos esportes mais completos que existem, porque une, além do esporte, outros elementos urbanos essenciais, como arte, música e cultura”, completou Cremona, em conversa com a Máquina do Esporte.

Os valores das renovações e das novas parcerias não foram divulgados. Em relação à duração, a Oi garantiu que apoiará todos os seus atletas pelo menos até o final dos Jogos Olímpicos de 2020. Por acreditar que os dois esportes trarão medalhas para o país, a marca aposta em um aumento de visibilidade positiva com o sucesso. Tudo que um patrocinador sonha.

*O jornalista viajou a convite da Oi.


Notícia skate surfe Pedro Barros Letícia Bufoni Gabriel Medina Adriano de Souza Oi Tóquio 2020 Jogos Olímpicos

Número do dia

900 milhões

de euros deve faturar o Barcelona neste ano, um incremento de 40% em relação à temporada passada; meta é de chegar a 1 bilhão em 2021.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Patrocínio da Petrobras é destaque em lançamento de novo carro da McLaren
2Centauro patrocina amistoso do Barcelona em Pernambuco
3Band abre mão de Copa, que só terá Globo na TV aberta
4Osasuna fecha com Hummel e é mais um a substituir Adidas
5Sem Rio Open, Asics recorre a emboscada no evento
6Santos faz ação inteligente e usa Dodô errado para anunciar Dodô certo
7Copa do Nordeste é primeiro torneio do continente a ter produtos licenciados
8Alfa Romeo Sauber acerta patrocínio da Claro na F1
9Empresa de bebidas energéticas pode comprar Force India, da F1
10LaLiga inova e anuncia patrocínio à equipe Renault na F1