Foto: Reprodução / Twitter (@KAKA)

Não é novidade para ninguém que a relação entre São Paulo e Under Armour não anda bem das pernas. De um lado, a marca norte-americana quer renegociar o contrato com o tricolor paulista, válido até dezembro de 2019. A Under Armour usa como motivo o pífio desempenho do clube paulista e, por isso, quer pagar menos. Já o São Paulo não aceita renegociar e quer a manutenção do acordo ou o pagamento da multa rescisória. As discussões se arrastam desde maio.

Nos bastidores, o clube decidiu se mexer. Sabe que precisa acertar com outra fornecedora de material esportivo, caso a saída da Under Armour se concretize, o que parece estar cada vez mais próximo de acontecer. Algumas marcas já demonstraram interesse pela camisa tricolor, mas duas em especial teriam chegado até a fazer propostas ao clube: a norte-americana New Balance e a alemã Adidas.

Ainda não há nada concreto, nem mesmo a saída da Under Armour, mas um nome parece despontar como de extrema importância para a vinda de uma das duas marcas: o meia Kaká. O presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, tem no jogador, ídolo da torcida e com uma imagem forte e positiva no mundo do futebol, o trunfo para ter New Balance ou Adidas no tricolor já no ano que vem.

A atual situação do clube, com sérios problemas em campo, brigando contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro, e também com o lado político bastante complicado nos últimos anos, faz com que seja difícil um contrato de patrocínio com números pesados. E é aí que o São Paulo quer usar a possível chegada de Kaká.

A norte-americana New Balance vem crescendo bastante nos últimos anos. Atualmente, tem clubes como Liverpool e Porto em seu portfólio e já entrou no mercado sul-americano com o Junior Barranquilla, da Colômbia. Há quem diga que o São Paulo, com sua tradição e histórico de títulos, seria a porta de entrada ideal no futebol brasileiro, ainda mais tendo Kaká como garoto-propaganda.

Já em relação à alemã Adidas, um empecilho seria o fato da marca ser parceira do rival Palmeiras. No entanto, a marca teve Kaká como embaixador durante vários anos, até que a parceria foi rompida em 2015. Na teoria, não haveria nada que impedisse a retomada da relação entre Kaká e Adidas com a saída do brasileiro do futebol norte-americano. Ultimamente, inclusive, há rumores dessa retomada, já que, em sua conta no Twitter, o meia chegou a postar fotos com uma chuteira da Adidas neste final de semana.

Nos bastidores do clube, há quem diga que já existe um acerto com Kaká e que a informação só não é oficial por conta da atual luta do clube contra o rebaixamento. Se isso for verdade, o trunfo são-paulino para acertar com uma grande marca já pode estar em pleno andamento.


Notícia São Paulo Adidas New Balance Under Armour patrocínio Kaká

Número do dia

30 milhões

de dólares deve investir o governo argentino para capacitar o autódromo de Buenos Aires para poder receber uma prova da Fórmula 1.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Sem Rio Open, Asics recorre a emboscada no evento
2Novo contrato entre Ferrari e Philip Morris quer “um mundo livre do fumo”
3Bayern de Munique substitui parceria com Lufthansa por Qatar Airways
4Patrocinadores diversificam ativações no Rio Open
5Adidas põe 3 listras em 6 das 10 camisas mais vendidas do futebol
6Corinthians amplia contrato com a Nike até 2029
7Entre abertas e pagas, Brasil Open fecha com quatro emissoras
8Por reputação mundial, Petrobras retorna à F1 com a McLaren
9Argentina negocia para voltar a receber Fórmula 1 em 2019
10Barcelona acredita em 1 bilhão de euros em receitas antes de 2021