O Coritiba enviou aos sócios do clube um comunicado para informar a nova empreitada da equipe paranaense: os atletas terão um fornecedor de material esportivo diferente em 2019. E será uma marca própria que estampará as camisas dos jogadores.

Foto: Reprodução

Por ora, não foram revelados maiores detalhes, mas foi adiantado que o atual contrato com a Adidas, válido até o fim deste ano, não será renovado. A diretoria do time entende que o acordo com a marca alemã não foi financeiramente vantajoso, assim como já havia acontecido com a parceria anterior, com a Nike.

Segundo informações divulgadas na “Gazeta do Povo”, o clube deverá acertar a produção de camisas com a empresa Voleio, de Fortaleza, que cobrará R$ 70 pela peça. Por conta própria, a revenda ficaria em R$ 200, o que pode gerar cerca de R$ 1 milhão ao clube paranaense.

A principal inspiração para o clube foi o modelo adotado pelo Paysandu em 2016, que rendeu ao time quase R$ 2 milhões no primeiro ano, graças ao sucesso de vendas do uniforme. A diretoria do time criou a marca “Lobo” e dispensou empresas tradicionais do ramo.


Notícia Coritiba camisa fornecimento material esportivo marketing mercado patrocínio