O Corinthians oficializou nesta terça-feira o patrocínio da escola de idiomas Minds, que acertou uma parceria com o clube até o início de 2018. Além do aporte, a direção corintiana apresentou a nova propriedade no uniforme, que será usada pela companhia.

Trata-se da barra da manga da camisa. Teoricamente, a manga do uniforme seria a segunda propriedade mais valiosa do uniforme do clube paulista. No entanto, com o novo espaço reduzido, a Minds terá um aporte estimado em menos de R$ 2 milhões por temporada.

Além da exposição, a Minds terá espaço nas redes sociais do clube e um pacote de ativação para chegar diretamente a torcedores e a membros da equipe paulista. Ainda serão apresentadas promoções que envolvem funcionários, jogadores e membros do programa de sócio-torcedor.

Esse será o primeiro de três patrocínios que o clube pretende apresentar neste início de ano. O executivo envolvido nas negociações, no entanto, não deverá concluí-las. Gustavo Herbetta, gerente de marketing do time, pediu demissão para assumir uma agência do Grupo Publicis.

Apesar dos novos parceiros, o time deverá ter baixas entre seus patrocinadores. A Special Dogs não renovou com o time e a TIM também não deverá permanecer. Por outro lado, os dois maiores aportes permanecerão: a Caixa e a Apollo Sports Capital. 

Com a Minds, o Corinthians volta a ter parceira com uma escola de idiomas na manga do uniforme. A última empresa no local foi a Fisk, mas com um contrato que abrangia toda a área da camisa e com valores mais robustos. 


Notícia Corinthians Minds

Número do dia

9 milhões

de reais é o valor estimado dos aparelhos de ginástica que foram instalados no Parque Olímpico e serão usados por atletas profissionais.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Por reputação mundial, Petrobras retorna à F1 com a McLaren
2Bayern de Munique substitui parceria com Lufthansa por Qatar Airways
3Brasil Open fecha com quatro emissoras
4Análise: Neymar não precisava de acordo com a Globo
5Cruzeiro resgata apelido e faz campanha por Libertadores
6Jogos de Inverno terão maior transmissão da história no Brasil
7Fundo chinês assume controle do grupo multimídia Mediapro
8Santos refaz acordo com Umbro, que vestirá clube até 2020
9Rede de fast-food argentina fecha com AFA para Copa do Mundo
10SporTV e Samsung fazem parceria e terão aplicativo em 4K para Copa 2018