Foto: @corinthians

O Corinthians parece estar mergulhado naquela fase boa em que tudo dá certo. Além de liderar o Campeonato Brasileiro com folga, o clube vem mostrando que seu trabalho nas redes sociais está entre os melhores do mundo.

Em uma pesquisa realizada entre os dias 27 de julho e 2 de agosto, a pedido da Carta Capital, a empresa norte-americana Sprinklr, plataforma global de gestão de mídias sociais, colocou o Corinthians como dono da melhor performance nas redes sociais entre todas as entidades esportivas do mundo.

"O Corinthians tem total consciência da importância de se consolidar cada vez mais no ambiente digital. Já produzimos conteúdo de alta qualidade há algum tempo, e o resultado do estudo, que nos coloca à frente de todos os times do mundo, é um reconhecimento disso. Ficamos muito felizes com a notícia e isso nos dará ainda mais energia para reforçar o trabalho na área. Em breve, apresentaremos várias novidades para a Fiel", afirmou Fernando Sales, diretor de marketing do Corinthians.

A Sprinklr, que tem Nasa e Nasdaq entre seus clientes, coletou dados de mais de 20 redes sociais, entre elas Facebook, Instagram e Twitter. O resultado se baseou em três tópicos: audiência (quantidade de seguidores, menções à marca nas redes sociais e alcance do que é publicado), conteúdo (contagem de curtidas, compartilhamentos e comentários, além da frequência de publicação) e atendimento (quantidade de respostas às demandas dos seguidores e o tempo para as respostas).

O Corinthians alcançou a média de 8.8, à frente da Mercedes-AMG Petronas Motorsport (equipe alemã de Fórmula 1) e do Los Angeles Dodgers (time norte-americano de beisebol), que ficaram empatados em segundo lugar, com média de 8.7. 

A lista dos 5 melhores é completada pelo Paris Saint-Germain (clube francês de futebol), que estava prestes a anunciar Neymar como reforço naquela semana, e pelo Bayern de Munique (time alemão de futebol).


Notícia corinthians sprinkl estudo pesquisa redes sociais líder

Número do dia

30 milhões

de dólares deve investir o governo argentino para capacitar o autódromo de Buenos Aires para poder receber uma prova da Fórmula 1.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Santos faz ação inteligente e usa Dodô errado para anunciar Dodô certo
2Sem Rio Open, Asics recorre a emboscada no evento
3Barcelona acredita em 1 bilhão de euros em receitas antes de 2021
4Novo contrato entre Ferrari e Philip Morris quer “um mundo livre do fumo”
5Argentina negocia para voltar a receber Fórmula 1 em 2019
6Corinthians amplia contrato com a Nike até 2029
7Bayern de Munique substitui parceria com Lufthansa por Qatar Airways
8Empresa de bebidas energéticas pode comprar Force India, da F1
9Patrocinadores diversificam ativações no Rio Open
10Adidas põe 3 listras em 6 das 10 camisas mais vendidas do futebol