Mais uma vez, o Corinthians adiantou a renovação de contrato com a Nike, principal parceira comercial do clube. O acordo, que iria até 2025, foi ampliado e, agora, será válido até 2029. A empresa mantém contrato com o clube desde 2003 e, com a nova negociação, deverá completar pelo menos 26 anos com o time.

A informação foi divulgada pelo portal "Uol", e confirmada pelo clube. Segundo o veículo, para ter a renovação com a empresa, o Corinthians recebeu R$ 25 milhões em luvas. Com isso, a receita do clube deverá receber um incremento não esperado; a diretoria do time esperava receber cerca de R$ 30 milhões com a companhia, valor do contrato válido até a assinatura desta semana.

Por outro lado, a luva deverá ser amortizada nas próximas temporadas. Para 2018, a previsão de ganhos com a fornecedora de material esportivo já caiu para R$ 23,7 milhões. Neste ano, os ganhos totais com a Nike irão superar os R$ 50 milhões.

Haverá, por outro lado, mudanças no atual acordo quanto aos royalties repassados ao clube pela venda de camisa, além de alteração nas premiações por títulos e desempenho esportivo. Essas mudanças, no entanto, não tiveram os detalhes divulgados.

Essa é a segunda vez em um período de três anos que o Corinthians recorre a um aumento de contrato para ter caixa de forma imediata. No fim de 2014, ainda na gestão de Mário Gobbi, o time ampliou o acordo de 2022 para 2025. Como consequência, recebeu R$ 20 milhões da empresa americana.

Na época, o clube convivia com a pressão de ter que arcar com dívidas ao fisco em cerca de R$ 100 milhões. Para evitar a condenação da diretoria do time, havia a necessidade de arcar com 20% da quantia. A solução foi recorrer à parceira, em negociação que contou com a participação direta de Luís Paulo Rosenberg, ex-vice-presidente da equipe e que já havia se afastado do time.

Com a manobra, o time conseguiu evitar o processo da justiça contra o ex-presidente Andrés Sanchez e outros dirigentes por crime fiscal.

Em fevereiro, o Corinthians elegerá o próximo presidente, em eleição que tem como favorito justamente Andrés Sanchez. Antes de sair do cargo, o atual mandatário, Roberto de Andrade, tem renovado os atuais acordos do time. Estrella Galicia e Minds já garantiram a presença no clube nas próximas temporadas. 


Notícia Corinthians Nike Patrocínio

Número do dia

15 milhões

de euros anuais pagará a Qatar Airways pelos naming rights das etapas de Paris, Nova York, Roma e Berlim da Fórmula E.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Under Armour avança no Nordeste e fecha com Sport
2Valle Express mira expansão de franquias com Fluminense
3Copa do Brasil fecha patrocínio máster com casa de apostas on-line Bodog
4Com Yahoo, Verizon leva transmissão da NBA a celulares
5Empresa de bicicletas impede que Messi registre marca própria
6Leeds United é adquirido por executivo italiano
7Netflix divulga data de estreia de documentário/série sobre a Juventus
8De olho na Olimpíada de 2020, Oi foca investimentos no surfe e no skate
9Com Crefisa, Palmeiras é top 10 entre camisas mais caras do mundo
10Análise: Manutenção dos Estaduais é constrangedor para futebol