A Amazon irá transmitir partidas da NFL no Brasil. A empresa, que mantém globalmente os direitos de exibir por streaming os jogos de quinta-feira da liga de futebol americano, confirmou que irá levar as exibições para território nacional pelo serviço Amazon Prime Video. E com um auxílio diferente para o público leigo na modalidade.

A atração será diferentes tipos de tradução da narração da partida. Durante os jogos, haverá faixas distintas de áudio. Caso prefira, o torcedor poderá assistir aos jogos com a narração original, em inglês. Mas ele terá a opção produzida para o público nacional, com dois comentaristas. Um para falar da partida e outro para explicar o jogo e os jargões do futebol americano.

O primeiro jogo exibido pela Amazon Prime Video será no dia 28 de setembro, entre Green Bay Packers e Chicago Bears. A partir dessa data, todos os jogos de quinta-feira da temporada serão exibidos; é o chamado ‘Thursday Night Football’. Haverá, ainda, um jogo extra no natal, entre Houston Texans e Pittsburgh Steelers.

Com a confirmação da Amazon, a ESPN passará a dividir a transmissão da NFL no Brasil, ainda que mantenha a exclusividade na televisão. A emissora do Grupo Disney também possui direito de streaming da competição americana no país, com a plataforma Watch. E, nesse caso, não há restrição de dias para a exibição dos jogos da liga.

Já a Amazon passará a usar a audiência crescente do esporte para tentar consolidar o Prime Video no Brasil. O serviço de streaming da rede americana chegou ao Brasil no fim de 2016, com preços que ainda se mantém, de US$ 2,99, cerca de R$ 10, ao mês. Com catálogo de filmes e seriados, a empresa mira tomar parte do espaço da Netflix, que no Brasil já soma faturamento superior a R$ 1 bilhão. Por ora, a companhia concorrente tem se mantido longe do esporte ao vivo.

Para o fã brasileiro de NFL, a entrada da Amazon representa um custo extra. Na temporada anterior do torneio, quem manteve os direitos de streaming do ‘Thursday Night Football’ era o Twitter. A rede social exibia o sinal da emissora americana CBS globalmente, sem tradução, mas gratuitamente.

No início deste ano, a Amazon venceu a concorrência pelos direitos, em briga que envolveu o próprio Twitter e também o Facebook e o Google. Os valores não foram divulgados.


Notícia NFL Amazon