A CBF reuniu em Assembleia dirigentes das 27 federações de futebol do Brasil para apresentar o balanço financeiro de 2016. Com faturamento de R$ 647 milhões, a confederação chegou à maior receita de sua história.

Os números foram celebrados pela entidade especialmente pela crise econômica que vive o país. No total, o superávit da CBF foi de R$ 44 milhões, inferior aos números dos últimos anos. Em 2015, por exemplo, o lucro da entidade ficou em R$ 137 milhões.

O principal motivador do aumento de receita foi o incremento no valor de patrocínio. A CBF faturou R$ 411 milhões com seus parceiros comerciais. Em comparação, em 2014, ano da Copa do Mundo no Brasil, a entidade teve receita de R$ 359 milhões com aportes.

Procurada pela Máquina do Esporte, a comunicação da CBF afirmou que o relatório público sobre as finanças da entidade será publicado até o fim do mês. No documento, deverá ter a explicação do aumento de valor nos patrocínios à Confederação Brasileira de Futebol.

No último ano, a maior novidade entre os parceiros da CBF foi a Cimed. No meio de 2015, a entidade também havia fechado com a Ultrafarma. Por outro lado, nesse período, marcas como Samsung e Gillette deixaram de patrocinar a confederação.

A segunda fonte de receita da CBF em 2016 foram os direitos de transmissão, em valor que chegou a R$ 117 milhões na última temporada.


Notícia CBF Finanças

Número do dia

R$ 151 mi

Faturou o Palmeiras nos quatro primeiros meses deste ano; valor é R$ 39,5 milhões maior em relação a 2016.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Poty expande contrato e coloca água no São Paulo
2Cinemark exibe Copa do Brasil nos cinemas
3Europeus abrem uniformes e ganham novas marcas
4Após ação com torcedores, Adidas lança 3º uniforme de clubes
5Nike apresenta uniformes para nova temporada da NBA
6Internacional faz enquete para nomear sócio-torcedor popular
7Palmeiras gera nova alta na audiência da Globo
8Em novo clássico nacional, Globo mantém alta no Ibope
9Grêmio fecha com rede de lojas parceira da Apple
10Juventus oficializa patrocínio na barra da camisa