Corinthians e Palmeiras travaram um dérbi diferente na noite da última quarta-feira. Em campos diferentes, os dois clubes disputaram a audiência na televisão aberta. Mas, nesse duelo, o Corinthians contou com a força da Globo e com uma partida de maior peso para o torcedor.

O time entrou em campo em Buenos Aires para enfrentar o atual campeão da Copa Bridgestone Libertadores. Foi a segunda partida do Corinthians no “grupo da morte” da competição. E, após vencer o São Paulo, o clube voltou a triunfar. No Ibope, o resultado da boa partida foram 21 pontos de média para a Globo.

Em campo, o Palmeiras também fez uma partida movimentada, que terminou com uma goleada do time paulista. O adversário, no entanto, era o Vitória da Conquista, e a competição foi a Copa do Brasil. O resultado ficou em apenas três pontos de média para a Bandeirantes.

 

LEIA MAIS - 

Palmeiras fecha com faculdade, e camisa soma R$ 50 milhões

Essa foi a segunda vez em menos de um mês que a Bandeirantes “desafiou” a Globo com outra partida envolvendo um clube paulista enquanto o Corinthians disputava a Copa Libertadores. Na primeira vez, o resultado foi mais interessante. Com o clássico entre Santos e São Paulo, a emissora conseguiu oito pontos de média. Once Caldas e Corinthians, na Globo, ficou com 20 pontos no mesmo horário.

Além da televisão aberta, os jogos também foram exibidos em rede fechada. Sportv e Fox Sports transmitiram a partida da Libertadores, enquanto a Copa do Brasil contou com a ESPN e também com a Sportv.

Cada ponto no Ibope equivale a 67.113 domicílios sintonizados na região metropolitana  de São Paulo, referência para o mercado publicitário.  


Notícia Corinthians Palmeiras Audiência Globo Band

Número do dia

206 milhões

De reais é a renda bruta de bilheteria da Arena Corinthians desde a sua inauguração, antes da Copa de 2014.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Com Corinthians, Spotify esquenta briga entre aplicativos
2Dez empresas disputarão licitação para gerir comercializações da Conmebol
3Vereador apresenta projeto de lei para São Paulo não perder CT em 2022
4Patrocinadora, Evonik compra parte de Borussia Dortmund por R$ 80 milhões
5Mesmo com estatuto, São Paulo tem novo escândalo
6Neymar coloca Ligue 1 no topo da audiência da TV fechada
7 CBF confirma criação da Série D
8Dono do Manchester City negocia compra time na Espanha
9Com investidores, Michael Jordan e Derek Jeter compram Miami Marlins
10TOP 10 – Os dez clubes de maior destaque na última década