Foto: Divulgação

Um fez história pelo Chicago Bulls na NBA e é considerado por muitos o maior nome do basquete de todos os tempos. O outro foi capitão do New York Yankees, time mais vitorioso da história da MLB, por 20 anos. Agora, Michael Jordan e Derek Jeter decidiram jogar no mesmo time. Eles se juntaram a um grupo de investidores liderado pelo empresário Bruce Sherman para comprar o Miami Marlins, que disputa a Major League Baseball.

A decisão ocorre após cerca de um mês de indecisões sobre o futuro da franquia que era de Jeffrey Loria. Pelo menos outros dois grupos queriam a equipe, entre eles a Quoth Capital Wayne, do ex-governador da Flórida, Jeb Bush, que se retirou nesta semana e deixou o caminho livre para o grupo de Bruce Sherman.

O empresário será o controlador da franquia, atuando como um sócio-gerente geral. Derek Jeter também é sócio, enquanto Michael Jordan é um investidor minoritário, ao lado de outras 16 pessoas. Ele não é o primeiro astro do basquete a se aventurar nos bastidores do beisebol. Um dos seus rivais nas quadras, Magic Johnson, é um dos proprietários do Los Angeles Dodgers. O próprio Jordan também é proprietário de uma franquia, só que da NBA: o Charlotte Hornets.

O objetivo de Sherman, Jeter e Jordan é recuperar o prestígio do Miami Marlins dentro dos campos, já que a equipe não consegue sequer ir aos playoffs desde 2003, quando foi bicampeão da World Series, ainda com o nome de Florida Marlins. O acordo para a venda da franquia ainda precisa da aprovação da Major League Baseball e é estimado em 1,2 bilhão de dólares.


Notícia Michael Jordan Derek Jeter Bruce Sherman MLB NBA beisebol Miami Marlins

Número do dia

9 milhões

de reais é o valor estimado dos aparelhos de ginástica que foram instalados no Parque Olímpico e serão usados por atletas profissionais.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Por reputação mundial, Petrobras retorna à F1 com a McLaren
2Bayern de Munique substitui parceria com Lufthansa por Qatar Airways
3Brasil Open fecha com quatro emissoras
4Análise: Neymar não precisava de acordo com a Globo
5Cruzeiro resgata apelido e faz campanha por Libertadores
6Jogos de Inverno terão maior transmissão da história no Brasil
7Fundo chinês assume controle do grupo multimídia Mediapro
8Santos refaz acordo com Umbro, que vestirá clube até 2020
9Rede de fast-food argentina fecha com AFA para Copa do Mundo
10SporTV e Samsung fazem parceria e terão aplicativo em 4K para Copa 2018