Encerrou nesta semana um dos cases mais curiosos envolvendo rede social e esporte no Brasil: Ronaldo e Claro não compartilham mais uma conta no Twitter. Agora, a operadora de telefonia colhe o fato de ter um perfil com 4,6 milhões de seguidores, e o jogador começa do zero sua vida na ferramenta.

A parceria entre o Ronaldo e Claro teve início em 2009, quando o jogador ainda atuava pelo Corinthians. Instantaneamente, a conta da operadora ganhou milhares de seguidores. O contrato entre as partes também envolveu comerciais televisivos e algumas aparições em vídeos online, muitas vezes ao lado de Neymar, também patrocinado pela empresa.

O contrato abrangeu o período de Copa do Mundo. No meio do caminho, Ronaldo teve status de celebridade, mas sofreu com críticas quando assumiu compromissos fora do gramado. No período, o jogador fundou a agência 9ine, esteve diretamente ligado à política esportiva no Brasil e assumiu a presidência do Comitê Organizador Local da Copa do Mundo de 2014.

Apesar de ter encerrado a parceria apenas nesta semana, o término do contrato foi no fim de julho, após a Copa do Mundo. Em comunicado oficial, a Claro declarou apoio ao jogador e afirmou que “se orgulha de ter feito parte desta história de sucesso”. 

Com Ronaldo, a Claro viu sua conta no Twitter explodir em seguidores, mesmo sem um programa de comunicação convencional. As mensagens promocionais eram misturadas às mensagens pessoais do jogador, o que muitas vezes incluía a citação de outros patrocinadores, como Guaraná, Nike e Poker Stars. 


Notícia Claro Ronaldo