Foto: Reprodução / Twitter (@volei)

A Confederação Brasileira de Voleibol anunciou a criação do Canal Vôlei Brasil, que servirá para transmitir os jogos das Superligas Cimed masculina e feminina da modalidade.

A entidade admitiu que a decisão foi tomada por conta de dificuldades encontradas pelas próprias equipes para viabilizar as transmissões on-line, apesar da liberação da negociação de transmissões por streaming na atual temporada. Apenas Copel Telecom Maringá Vôlei (PR), Minas Tênis Clube (MG) e Sesc RJ conseguiram fazer o direito funcionar.

“A CBV deu liberdade a todos os clubes de fazerem as transmissões, conforme reivindicação deles próprios. Ao notarmos que existia uma dificuldade, buscamos viabilizar, através de uma parceria, uma forma de transmitir os jogos, dando, assim, visibilidade ao vôlei e, aos nossos torcedores, a chance de ver o maior número de jogos possível”, declarou Radamés Lattari, diretor executivo da CBV.

Em parceria com a NSports, a CBV irá disponibilizar, a princípio, 60 jogos das Superligas masculina e feminina na atual temporada e também da temporada 2018/2019. A estreia do canal será nesta sexta-feira (2), na partida entre Hinode Barueri (SP) e Dentil/Praia Clube (MG), às 21h30, no ginásio José Correa, em Barueri (SP).

“Estudamos vários modelos de canais OTT no mundo para montar a TV NSports, com o objetivo de democratizar as transmissões ao vivo e gerar conteúdo de qualidade para os fãs do esporte. Para nós, é uma honra enorme trabalhar com a CBV na criação do Canal Vôlei Brasil e poder levar mais jogos da Superliga, a melhor liga de vôlei do mundo, a apaixonados pelo vôlei em todo o Brasil”, afirmou Guilherme Figueiredo, diretor da NSports.

De acordo com o site da própria entidade, dentro dos jogos contemplados para esta reta final de temporada, a Superliga feminina terá somente uma partida no Canal Vôlei Brasil, já que as emissoras parceiras (Globo e Rede TV! entre as abertas, e SporTV entre as fechadas) cobrirão 100% dos jogos a partir da fase de playoffs.

Com a atitude, a CBV segue o que já vem fazendo o Novo Basquete Brasil (NBB), que tem transmitido seus jogos via streaming no Facebook (às quintas-feiras) e no Twitter (às sextas-feiras) na atual temporada.


Notícia Superliga vôlei streaming internet canal Canal Vôlei Brasil NSports