Brasileiro Andrew Parsons é considerado favorito

O Brasil pode ocupar outro cargo importante no esporte mundial com a eleição dos CPI (Comitê Paralímpico Internacional), marcada para 8 de setembro, em Abu Dhabi.

A Assembleia Geral da entidade irá eleger o sucessor do britânico Philip Craven. O brasileiro Andrew Parsons, que ocupou até o início do ano a presidência do Comitê Paralímpico Brasileiro, é considerado o favorito.

“Estou entusiasmado em revelar minha visão e propostas. Ao destacar um ‘CPI para todos’, tenho orgulho de dizer que pretendo dar forte voz aos atletas”, destacou Parsons, em manifesto divulgado por sua campanha.

“Como vim de um país em desenvolvimento, compreendo as possibilidades que pode oferecer a participação na Paralimpíada para impulsionar o paradesporto em todos os países”, acrescentou.

Ideia de dirigente é ampliar diálogo com atletas

Parsons ocupou, até o início do ano, a presidência do Comitê Paralímpico Brasileiro, sendo também ex-presidente do Comitê Paralímpico das Américas.

Outros cargos lhe deram bom trânsito internacional. Parsons é um dos vice-presidentes do CPI, participa do Comitê de Coordenação do Comitê Olímpico Internacional para os Jogos de Tóquio 2020, além de ser membro da comissão do Canal Olímpico, nova aposta da entidade para se conectar com os jovens.

“O COI é o nosso maior parceiro, e o modelo ‘Uma cidade, dois Jogos’ permite que o CPI forneça aos atletas a melhor plataforma possível para inspirar o mundo”, afirmou.

“É vital que o CPI continue fortalecendo relações com o COI, ao mesmo tempo em que preservamos nossa identidade e elementos distintos. É só trabalhar juntos que podemos alcançar o verdadeiro potencial dessa parceria”, completou.

Parsons quer aproximar Paralimpíada de Olimpíada

O brasileiro irá enfrentar três adversários: Patrick Jarvis, presidente do Comitê Paralímpico Canadense, o dinamarquês John Petersson, ex-mandatário do Comitê Paralímpico Europeu, e Haid Zhang, que comanda a Federação Chinesa para Pessoas com Deficiência.

A chinesa, a última a se inscrever, é apontada como a maior rival de Parsons. Zhang, 62, ocupa a vice-presidência do Comitê Organizador dos Jogos de Inverno de Pequim 2022.

Caso vença, Parsons se junta a Ary Graça Filho, presidente da Federação Internacional de Vôlei como os brasileiros com cargos mais altos no mundo esportivo. A lista poderia ser maior. Em abril, Carlos Arthur Nuzman perdeu a eleição para presidente da Organização Desportiva Pan-Americana. 


Notícia CPI Comitê Paralímpico Internacional Eleição Presidente

Número do dia

900 milhões

de euros deve faturar o Barcelona neste ano, um incremento de 40% em relação à temporada passada; meta é de chegar a 1 bilhão em 2021.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Patrocínio da Petrobras é destaque em lançamento de novo carro da McLaren
2Centauro patrocina amistoso do Barcelona em Pernambuco
3Band abre mão de Copa, que só terá Globo na TV aberta
4Osasuna fecha com Hummel e é mais um a substituir Adidas
5Sem Rio Open, Asics recorre a emboscada no evento
6Santos faz ação inteligente e usa Dodô errado para anunciar Dodô certo
7Copa do Nordeste é primeiro torneio do continente a ter produtos licenciados
8Alfa Romeo Sauber acerta patrocínio da Claro na F1
9Empresa de bebidas energéticas pode comprar Force India, da F1
10LaLiga inova e anuncia patrocínio à equipe Renault na F1