O Bradesco patrocinará um reality show sobre o judô na Globo. O banco, parceira da Confederação Brasileira da modalidade, acertou o formato com a emissora e terá a ativação veiculada em rede nacional, durante o Esporte Espetacular, no domingo, além da cobertura do Sportv e do Globoesporte.com.

O programa já começou a ser gravado e deverá ser exibido a partir de setembro. Serão seis episódios exibidos na Globo. O último, que decidirá o vencedor da disputa, será transmitido ao vivo na emissora carioca.

Chamado de “Ippon – A Luta da Vida”, o novo programa terá a apresentação do ex-judoca Flávio Canto. Serão oito participantes, com quatro mulheres e quatro homens. Para ser os líderes dos grupos, mais dois atletas de destaque da modalidade foram convocados: Sarah Menezes e Rafaela Silva.

Em conversa por email com a Máquina do Esporte, o superintendente executivo do Bradesco e responsável pela plataforma de esporte, Fábio Dragone, contou que a empresa buscava um formato de projeto com a Globo para desenvolver os pilares que a companhia busca com o esporte, com associação de valores, conteúdo proprietário e visibilidade para a marca.

“A troca de ideias foi aberta, mas sempre focada em desenvolver um projeto inovador, com uma verdade que só o esporte pode trazer e capaz de transmitir valores. Para nós, esse programa foi uma forma diferenciada, inovadora e com conteúdo relevante para reforçar nosso patrocínio à CBJ, que completa 10 anos em 2020”, afirmou.

A empresa participou diretamente do formato do programa, que terá toda a produção realizada pela Globo. Todo o auxílio técnico foi cedido pela CBJ, que participará diretamente da série. As gravações acontecerão no Rio de Janeiro, nas estruturas dos Jogos Olímpicos de 2016.

Para o banco, a iniciativa não chega a ser uma novidade. “Ao longo do nosso projeto olímpico desenvolvemos diversas parcerias com confederações e emissoras para levar o esporte a todos. Exemplo disso é a plataforma de eventos Super Desafio BRA, um projeto proprietário Bradesco que dá a oportunidade aos times brasileiros das confederações apoiadas por nós de enfrentarem seleções de outros países”, comentou Dragone.

Além do Judô, o Bradesco dá suporte às confederações de vela e de rúgbi. 


Notícia Bradesco Globo Judô

Número do dia

9 milhões

de reais é o valor estimado dos aparelhos de ginástica que foram instalados no Parque Olímpico e serão usados por atletas profissionais.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Por reputação mundial, Petrobras retorna à F1 com a McLaren
2Bayern de Munique substitui parceria com Lufthansa por Qatar Airways
3Brasil Open fecha com quatro emissoras
4Análise: Neymar não precisava de acordo com a Globo
5Cruzeiro resgata apelido e faz campanha por Libertadores
6Jogos de Inverno terão maior transmissão da história no Brasil
7Fundo chinês assume controle do grupo multimídia Mediapro
8Santos refaz acordo com Umbro, que vestirá clube até 2020
9Rede de fast-food argentina fecha com AFA para Copa do Mundo
10SporTV e Samsung fazem parceria e terão aplicativo em 4K para Copa 2018