Maquete do novo Nou Camp, que ganhará cobertura

O Barcelona apresentou o projeto de reforma do Camp Nou e a construção do novo Palau Blaugrana, o ginásio do clube, previsto para acabar em 2021.

“É um projeto muito ambicioso, não só mudará a cara do Barcelona, mas também fará história. O trabalho não foi fácil. É um projeto que pede muitos recursos e requer as melhores pessoas”, comentou Josep Maria Bartolomeu, presidente do clube.

Jordi Moix, diretor da área de patrimônio, apresentou o documento de 1.500 páginas com detalhes sobre a reforma das instalações esportivas. “Neste trabalho, mostramos como é o Camp Nou e como deveria ser sua reforma completa”, afirmou o dirigente.

O estádio ganhará uma cobertura de 47.000 m2, protegendo 100% das cadeiras das intempéries do tempo. “É uma das principais preocupações. Queremos que todos os assentos sejam cobertos, por causa do frio, da chuva, para que todos desfrutem da partida”, acrescentou Moix.

Entre as melhorias na arena estão a ampliação do estacionamento para 5.000 vagas (3.000 delas subterrâneas), instalação de passarelas com iluminação LED, novos alto-falantes e wi-fi em todo o estádio. Haverá uma nova tribuna de imprensa e restaurante para 1.000 pessoas.

Já o novo ginásio terá capacidade para 10.000 pessoas, com adaptações para receber o Final Four da Euroliga de basquete. A novidade da arena será um novo bar e um restaurante com vista para a quadra. 


Notícia Barcelona Barcelona Nou Camp Palau Baugrana Reforma