Zé Roberto, Gumercindo e Renan no evento da Asics

A CBV (Confederação Brasileira de Vôlei) anunciou nesta segunda-feira (dia 16) a Asics como a nova fornecedora de material esportivo de todas as seleções brasileiras, incluindo as equipes de quadra e praia. O novo contrato, cujos valores não foram divulgados, é válido até a Olimpíada de Tóquio, em 2020, com possibilidade de renovação por mais um ciclo olímpico.

A Asics entra no lugar da Olympikus, que era a parceira oficial do vôlei desde 1998. Nesse período, vestiu a seleção brasileira em cinco Olimpíadas (Sydney 2000, Atenas 2004, Pequim 2008, Londres 2012 e Rio 2016).

“A Olympikus queria a renovação, mas a gente já tinha proposta da Asics. Tem um ganho de tecnologia, além de ser uma marca no Japão. Eles vão ser a marca oficial dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020”, afirmou Ricardo Trade, o Baka, superintendente da CBV, em entrevista à Máquina do Esporte.

Além da Olimpíada, a Asics também é a marca oficial da FIVB (Federação Internacional de Vôlei).

O anúncio da nova parceira foi feito ontem, em São Paulo (SP), com a participação dos treinadores da seleção brasileira Renan Dal Zotto (masculino) e José Roberto Guimarães (feminino), além do presidente da CBV, Walter Pitombo Laranjeira, o Toroca, e dos campeões olímpicos Bruninho e Serginho.

“Nós nascemos voltados para o esporte, principalmente de alta performance. Mundialmente estamos ao lado de outras equipes fortes do voleibol, mas o Brasil tem uma história especial. Este momento é um marco para uma grande caminhada até 2020, quando seremos a marca oficial dos Jogos de Tóquio. É uma honra estarmos juntos com o que há de melhor no esporte”, afirmou Gumercindo Neto, presidente da Asics no Brasil, também presente ao evento.

A estreia do novo uniforme já acontece na etapa de João Pessoa (PB) do Circuito Brasileiro de vôlei de praia, de 26 a 29 de janeiro. Na quadra, a estreia oficial da seleção feminina será no Torneio de Montreux, na Suíça, em maio. O masculino será na Liga Mundial, em junho.

“Mas antes disso pretendemos fazer alguns amistosos no Brasil em que o time já estará usando Asics”, conta Baka.

Segundo o dirigente, os novos modelos do uniforme já foram aprovados, mas ainda não estão disponíveis ao público. A ideia é colocá-los à venda na Vôlei Shop, loja online oficial da CBV, e em stands nos ginásios durante eventos da seleção brasileira. 


Notícia Asics CBV Olympikus Material Esportivo Patrocínio

Número do dia

206 milhões

De reais é a renda bruta de bilheteria da Arena Corinthians desde a sua inauguração, antes da Copa de 2014.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Com Corinthians, Spotify esquenta briga entre aplicativos
2Dez empresas disputarão licitação para gerir comercializações da Conmebol
3Patrocinadora, Evonik compra parte de Borussia Dortmund por R$ 80 milhões
4 CBF confirma criação da Série D
5Vereador apresenta projeto de lei para São Paulo não perder CT em 2022
6Unicred faz 1ª campanha publicitária com Cesar Cielo
7Mayweather cobrará 25 milhões de dólares por uso de espaço em suas roupas
8Tom Brady esconde logotipo da Nike e reativa batalha de marcas na NFL
9Com investidores, Michael Jordan e Derek Jeter compram Miami Marlins
10Análise: Conhecer o cliente é a próxima tarefa dos clubes no Brasil