Estádio lotado, crianças e mulheres presentes. Na arquibancada, uma linda festa da torcida. Desde o ano passado, essa tem sido a tônica dos clássicos disputados no estado de São Paulo. O veto à presença de torcida adversária nos jogos entre dois grandes clubes tem causado uma perigosa situação.

Cada vez mais é difícil a relação que temos tido com a opinião contrária à nossa. A intolerância com o diferente é um problema que se agrava, a ponto de pensamentos radicais de segregação serem apoiados em massa por nações como Estados Unidos e Inglaterra.

Por aqui, se ainda toleramos divergir em pensamento, o futebol virou o espaço em que pensar diferente não é legal. Num processo longo de fomento de ódio ao diferente, apoiado pela imprensa, mesmo sem perceber, afastamos a diversidade do estádio.

Como pai, só cogitei ir a um clássico com meus filhos ainda pequenos depois de a torcida única ser implementada. Ao perceber isso, reparei o quão estúpida é a decisão de se ter só uma torcida dentro de um estádio no país.

Minha paixão pelo futebol foi testada e aprovada quando assisti a um clássico pela primeira vez no estádio. A festa das duas torcidas, divididas e envolvidas meio a meio, é um cenário que torna impossível não se apaixonar.

Ter só um torcedor na arquibancada justamente no dia em que todos os elementos imponderáveis de paixão num jogo estão envolvidos é começar a colocar um fim naquilo que é o mais importante: aceitar as diferenças.

O esporte pode ensinar muitas coisas às pessoas. Torcida única não é um bom negócio. Em nenhum cenário.


Notícia Torcida Única Gestão Estádios

Número do dia

900 milhões

de euros deve faturar o Barcelona neste ano, um incremento de 40% em relação à temporada passada; meta é de chegar a 1 bilhão em 2021.

Autoline

Patrocinado por



Boletim
Capa Boletim Boletim Máquina do Esporte

Receba o Boletim Máquina do Esporte por email

Cadastre-se Agora

Mais lidas

1Patrocínio da Petrobras é destaque em lançamento de novo carro da McLaren
2Centauro patrocina amistoso do Barcelona em Pernambuco
3Band abre mão de Copa, que só terá Globo na TV aberta
4Osasuna fecha com Hummel e é mais um a substituir Adidas
5Sem Rio Open, Asics recorre a emboscada no evento
6Santos faz ação inteligente e usa Dodô errado para anunciar Dodô certo
7Copa do Nordeste é primeiro torneio do continente a ter produtos licenciados
8Alfa Romeo Sauber acerta patrocínio da Claro na F1
9Empresa de bebidas energéticas pode comprar Force India, da F1
10LaLiga inova e anuncia patrocínio à equipe Renault na F1